Home
Jordão (Bairro, Recife)
Cláudia Verardi

Localizado na Zona Sul, o Jordão é um bairro da cidade do Recife, Pernambuco, que surgiu por volta do ano de 1950. É parte integrante da 6ª Região Político-Administrativa da capital pernambucana, faz limite com os bairros do Ibura, Cohab e Boa Viagem, e, ao sul, com o município de Jaboatão dos Guararapes. O nome Jordão é proveniente, segundo Cavalcanti (2012), do Rio Jordão que nasce nas redondezas  e deságua no estuário do Pina, antes de separar os bairros da Imbiribeira e Boa Viagem. 

O significado do nome Jordão, é, segundo Mello (2013), de origem hebraica e significa “Rio que desce”, por causa do Rio Jordão.

O Serviço Social Contra o Mocambo, antes intitulado Liga Social Contra o Mocambo, de acordo com Mello (2013), foi criado no dia 12 de julho de 1939 e marcou o governo de Agamenon Magalhães por ter sido um dos principais capítulos da ação doutrinária, política e administrativa desse período. Teve início a construção de casas no Jordão Baixo marcando o surgimento do bairro, que, na época, era tipicamente residencial. Alguns anos depois um projeto de construção habitacional apoiado pelo governo americano (Usaid), do então Presidente Kennedy, deu origem ao Jordão Alto. 

Muitos moradores são testemunhas da origem do bairro e conhecedores de suas peculiaridades. É o caso dos senhores Edgar Gomes da Silva, 93 anos e de Romildo José Correia de Mello, 51 anos. Eles, assim como tantos outros, consideram o Jordão um local tranquilo e bom de se viver e ali pretendem permanecer por toda a vida.

Sr.Edgar 1

Em 1963 — ano que o Sr.Edgar (foto à esquerda) foi morar no Jordão Alto —, as casas ainda eram poucas, embora o início da ocupação habitacional tenha ocorrido a partir de 1950.

O Mercado Público — inaugurado no dia 26 de setembro de 1998 — e a feira livre de Jaboatão estão localizados na Rua Alberto Lundgren.

De acordo com o Sr. Edgar, o Mercado, com seus 167 compartimentos e grande variedade de produtos, permite que os moradores encontrem quase tudo que necessitam sem precisar sair do bairro.

A Avenida Maria Irene é, de acordo com Cavalcanti (2012), o principal logradouro do Jordão. Nela concentra-se o comércio e está localizada a Base Aérea do Recife. No inverno, a avenida transformava-se num enorme lamaçal e só veio a ser asfaltada na segunda gestão do Prefeito 
Augusto Lucena.

A Base Aérea do Recife, sediada em local próximo ao sítio onde se travou a memorável Batalha dos Guararapes, foi criada no dia 24 de julho de 1941 com a finalidade de executar missões de patrulhamento costeiro.Desempenhou um importantíssimo papel durante a Segunda Grande Guerra Mundial, pois, equipada com aeronaves, realizava missões de escolta, varredura e busca no litoral do Nordeste. Nessa época, “o governo brasileiro temia uma possível invasão no Nordeste do Brasil, tendo em vista os sucessos dos exércitos alemão e italiano no norte da África e pelo fato de Dakar, o ponto mais próximo do Brasil na África, ser controlada pelo governo francês de Vichy, que era colaboracionista do governo nazista” (BASE AÉREA DO RECIFE, 2013).
 
  

No final da década de 1970 — lembra o Sr. Romildo (foto à esquerda com o neto Leandro) —, as pessoas tomavam banho e lavavam suas roupas num riacho de fonte de água cristalina que depois se transformou no canal do Jordão, divisa entre o Recife e Jaboatão dos Guararapes.

Algumas nomes de ruas e avenidas do Jordão prestam homenagem a algumas personalidades importantes, como é o caso das citadas a seguir:

Rua Andrade Lyra
Reverencia o Dr. Joaquim Correia de Oliveira Andrade Lyra, pernambucano nascido em Goiana em 1868, formado pela Faculdade de Direito do Recife, foi Juiz Corregedor e, posteriormente, Juiz de Direito em diversas comarcas pernambucanas. Essa rua era a antiga Avenida Engenheiro Agamenon Magalhães Melo.

Rua Assis Brasil
Faz homenagem a José Francisco de Assis Brasil, estadista e orador gaúcho que foi Ministro da Agricultura de Getúlio Vargas, deputado federal, presidente do Senado e governador do Rio Grande do Sul. 

Rua Boanerges Pereira
A antiga Rua Dezesseis homenageia o médico pernambucano Boanerges do Amorim Pereira, que nasceu no município de Itambé no ano de 1905 e faleceu na cidade do Recife em 1962. 

Rua Célia Arraes
Esposa do então prefeito Miguel Arraes de Alencar, a ex-primeira dama realizou diversas obras filantrópicas na cidade do Recife, fazendo jus à homenagem.

Rua Desembargador Evandro Neto
O homenageado era formado em Ciências Jurídicas pela Faculdade de Direito do Recife. Esse olindense nascido em 30 de março de 1903 foi professor de Direito Judiciário e de Direito Penal, promotor público, juiz e desembargador.

Rua Dona Eunice Pereira
Homenagem a uma nobre dama do Estado de Pernambuco que muito trabalhou pelos pobres na Legião Brasileira de Assistência. Eunice Fragoso Pereira era esposa do industrial e ex-prefeito da cidade do Recife, Antônio Alves Pereira.

Rua Júlio Rocha
Rua em homenagem ao líder de classe e um dos fundadores dos Centros Educativos Operários que se instalaram em quase todos os bairros do Recife.

Avenida Dona Carentina
Faz referência a uma antiga moradora que prestou relevantes serviços sociais e possuiu um sítio onde, posteriormente, o Serviço Social Contra o Mocambo edificou uma Vila Popular.

Avenida Industrial Mendes Sampaio
Homenageia o pai do ex-governador Cid Feijó Sampaio, que foi chefe do grupo empresarial Mendes Sampaio.

O bairro do Jordão conta com diversas escolas municipais, estaduais e particulares e algumas se destacam pela antiguidade e pela representatividade. A Escola Estadual Amor Divino é a primeira escola do Jordão e foi fundada em 2 de fevereiro de 1958. 

A Escola Estadual Eneida Rabello é também uma das mais representativas e antigas do bairro e foi fundada em 1964 como Grupo Escolar Eneida Rabello. Em 1966 foi criado o turno da noite da 1ª à 4ª série ginasial, com apenas quatro salas de aula, denominando-se na época Ginásio Estadual Euclides da Cunha. O turno vespertino foi adotado a partir de 1969. O nome da escola tal qual se apresenta atualmente foi implantado a partir de 1974 e, doze anos depois, o estabelecimento passou também a oferecer o ensino de 2º grau.

Com uma área territorial de cerca de 158 hectares e uma população de aproximadamente 21.000 habitantes, o bairro do Jordão possui os seguintes terminais de ônibus:

152 - Jordão Baixo – Aeroporto – (Jordão Baixo - Terminal Integrado Aeroporto - Aeroporto - Jordão)
153 - Jordão Alto – Aeroporto – (Jordão Alto - Terminal Integrado Aeroporto - Aeroporto - Jordão)
155 - Jordão Baixo – Boa Viagem (Jordão Baixo - Setúbal - Boa Viagem - Shopping Recife)

Além dessas linhas de  ônibus que possuem terminal no Jordão, outras quatro cortam o bairro, e os moradores contam ainda com vans e micro-ônibus da Prefeitura do Recife.


Recife, 23 de abril de 2015.
 
 


FONTES CONSULTADAS:
 
 
 

BASE AÉREA DO RECIFE. In: Força Aérea Brasileira, CRUZEX Flight 2013. Disponível em: <http://www.cruzex.aer.mil.br/index.php/a-operacao/base-aerea-do-recifeAcesso em: 22 abr. 2015.
CAVALCANTI, Carlos Bezerra. O Recife e seus bairros. 5 ed. rev. e ampl. Camaragibe: CCS Gráfica e editora, 2012.

CAVALCANTI, Carlos Bezerra. O Recife e suas ruas: se essas ruas fossem minhas. Recife: Edições Edificantes, 2002.

MELLO, Gianfrancesco. Meu bairro...moro aqui: Jordão. Agenda Cultural Recife, nov/2013. Disponível em: <http://agendaculturaldorecife.blogspot.com.br/2013/11/meu-bairro-moro-aqui-jordao.htmlAcesso em: 13 abr. 2015.
PREFEITURA Cidade do Recife. Jordão. Disponível em: <http://www2.recife.pe.gov.br/a-cidade/perfil-dos-bairros/rpa-6/jordao/Acesso em: 26 mar. 2015.
 
 
 

COMO CITAR ESTE TEXTO:
 
 
 

Fonte: VERARDI, Cláudia Albuquerque. Jordão (bairro, Recife). Pesquisa Escolar Online, Fundação Joaquim Nabuco, Recife. Disponível em: < http://basilio.fundaj.gov.br//>. Acesso em: dia mês ano. Ex: 6 ago. 2009.
 

Busca "Palavra-chave"

Busca "A a Z"


Copyright © 2019 Fundação Joaquim Nabuco. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido pela Fundação Joaquim Nabuco