Home
Farol Jacaré, AM

Semira Adler Vainsencher
Pesquisadora da Fundação Joaquim Nabuco
Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo.


O Farol Jacaré, situado a cerca de 200 metros da margem esquerda do Rio Amazonas, no Estado do Amazonas, indica aos navegantes o caminho seguro para o Porto de Manaus.

Próximo à margem direita do mesmo rio, foi construído e inaugurado, cinco anos depois, o Farolete Moronas.

Vale ressaltar que o rio Amazonas representa o maior rio do mundo em volume de água. Além do mais, ele é o principal meio de comunicação natural existente entre as duas maiores cidades da Amazônia: Manaus e Belém. O rio Amazonas se estende por 889 milhas náuticas e isto significa, no presente, uma viagem de cinco dias de barco a motor.

Visando assinalar o perigo das pedras de Puraquequara, o governador do Estado mandou construir o Farol Jacaré no ano de 1905. Pintado somente na cor branca, o farol é bem simples: possui uma torre cilíndrica de concreto, com16 metros de altura.

No entanto, durante o período das cheias do rio Amazonas, só se consegue ver 1,30 metros da torre, porque o restante da construção fica submerso.

O Farol Jacaré e o Farolete Moronas representam o símbolo maior da sinalização náutica fluvial no país.

 

Recife, 8 de abril de 2004.
(Texto atualizado em 25 de março de 2008).

 

FONTE CONSULTADA:


SIQUEIRA, Ricardo. Luzes do novo mundo: história dos faróis brasileiros. Rio de Janeiro: Edição do Autor, 2002.

 

COMO CITAR ESTE TEXTO:


Fonte: VAINSENCHER, Semira Adler. Farol Jacaré, AM. Pesquisa Escolar Online, Fundação Joaquim Nabuco, Recife. Disponível em: <http://basilio.fundaj.gov.br/pesquisaescolar/>. Acesso em: dia  mês ano. Ex: 6 ago. 2009.

 

Copyright © 2020 Fundação Joaquim Nabuco. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido pela Fundação Joaquim Nabuco