Home
Açaí
Maria do Carmo Andrade
Bibliotecária da Fundação Joaquim Nabuco
Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo.



O açaí é a fruta do açaizeiro, uma espécie de palmeira nativa da várzea (terreno baixo e plano que margeia os rios) da região amazônica, podendo atualmente ser encontrado na Venezuela, Colômbia, Equador, Guianas e Brasil. O nome científico do açaí é Euterpe oleracea, todavia ele também é conhecido popularmente como açaí-do-pará, açaizeiro, assi, juçara, piná e palmito. É uma fruta pequena e redonda de cor roxa escura e sua polpa tem sabor forte e ácido.

No Brasil, o açaí é encontrado com abundância nos estados da região Norte: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins, sendo o Pará líder em produção com aproximadamente noventa por centro da comercialização da polpa da fruta no mercado nacional e mundial.

Classificada como planta medicinal, o açaí, entre outras propriedades, tem efeito antioxidante, vasodilatador, anti-inflamatório, anti-hemorrágico, tônico, energético,  além de ser rico em proteínas, fibras, lipídios, vitamina C, B1 e B2 e uma boa quantidade de fósforo, ferro e cálcio. Os numerosos nutrientes existentes no açaí são suficientes para suprir praticamente quase todas as necessidades do corpo humano, o que faz dele uma referência de superalimento.

Para os nativos da região Norte, o consumo do açaí não é apenas um costume transmitido de geração em geração. É, acima de tudo, um elemento essencial na dieta alimentar e principal fonte de renda para muitas famílias. O consumo do açaí pelos habitantes dessa região remonta a tempos pré-colombianos, mas foi a partir dos anos 1980 que seu consumo começou a ser disseminado por outros estados brasileiros. 

Embora pessoas de outras regiões considerem o açaí um alimento exótico, ele continua ganhando mais adeptos a cada dia, como é o caso do Rio de Janeiro e outras capitais, onde o consumo aumentou consideravelmente nos últimos seis anos. Com isso, também foram surgindo novas formas de degustação e novas possibilidades de combinações. Do açaí se pode fazer sucos, doces, sorvetes e geleias. É também usado na indústria de cosméticos nacional e internacional para produção de cremes, xampus e outros produtos de beleza. 

Atualmente, o açaí é comumente servido na tigela onde a polpa pode ser acompanhada de frutas como banana, laranja, morango, acerola, mamão, manga, abacaxi, maracujá, abacate, kiwi, além de outros alimentos como mel, xarope de guaraná e cereais variados, especialmente a granola, iguaria muito apreciada em áreas de praia, principalmente pelos jovens. Essas misturas e outras menos comuns podem ser encontradas no mercado, com guaraná em pó, com farinha de tapioca, com catuaba, leite condensado, leite de soja, etc.

Do açaizeiro se aproveita praticamente tudo: o fruto, a casca, a raiz, o palmito e as amêndoas. As folhas, por exemplo, são trançadas e usadas no artesanato para confecção de bolsas, redes, sacolas, etc. Por ter fibras resistentes, é usada também como cobertura no teto das casas.  

Em decorrência da grande quantidade de lipídios existente no açaí, sua fermentação em temperatura ambiente se dá em apenas 24 horas. Por isso, ele é beneficiado próximo às áreas de produção, e o seu transporte é feito com a polpa congelada. 

Esse é um dos aspectos abordados em estudo realizado por Dias e Oliveira (2011), onde é ressaltada a necessidade de melhoria do fluxo da comercialização do açaí, baseado em algumas deficiências apontadas pelos próprios produtores, como a necessidade de melhor estrutura para armazenar e transportar a produção, a falta de financiamento, de equipamentos e de capacitação do pessoal envolvido na manipulação do produto. Isso seria de grande importância para as famílias que tiram do açaí seu alimento e sua renda.

Recife, 26 de outubro de 2012.

FONTES CONSULTADAS:

AÇAÍ: açaí, propriedades – açaí, benéficos. Disponível em: <http://www.criasaude.com.br/N6833/ fitoterapia/acai.html>. Acesso em 22 out. 2012.

AÇAÍ: Informações sobre o açaí, características, vitaminas, benefícios e propriedades. Disponível em: <http://www.suapesquisa.com/frutas/acai.html>. Acesso em: 22 out. 2012.

AÇAÍ. Foto nesse texto. Disponível em: <http://www.acaifrooty.com.br/blog/wp-content/uploads/2012/06/a%C3%A7ai.jpg>. Acesso em: 2 ago. 2016.

DIAS, Guilherme A. V; OLIVEIRA, Wesley. A cadeia de comercialização do açaí. In: _______. Região de integração Tocantins-PA: um novo olhar sobre o extrativismo e alguns aspectos socioeconômicos. Rio de Janeiro: Ipea, 2011. 29p. (Texto para discussão, 1590). 

GUIMARÃES, Luís Alfredo C. O açaí já “parou” o carioca?  Estudo qualitativo do consumo da polpa de açaí na cidade do Rio de Janeiro.  Cadernos NAEA, Belém, v. 2, n. 1, p. 96-113, jun. 1999.

COMO CITAR ESTE TEXTO:

Fonte: ANDRADE, Maria do Carmo. Açaí. Pesquisa Escolar Online, Fundação Joaquim Nabuco, Recife. Disponível em: <http://basilio.fundaj.gov.br/pesquisaescolar/>. Acesso em:  dia mês ano. Ex.: 6 ago. 2009.
 

Busca "Palavra-chave"

Busca "A a Z"


Copyright © 2019 Fundação Joaquim Nabuco. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido pela Fundação Joaquim Nabuco