Home
Quebranto e Mau-Olhado
Lúcia Gaspar
Bibliotecária da Fundação Joaquim Nabuco
Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo.

Segundo o Dicionário Houaiss da língua portuguesa, quebranto é estado de torpor, cansaço, languidez, quebrantamento; suposta influência maléfica de feitiço, por encantamento à distância; efeito malévolo, segundo a crendice popular, que a atitude, o olhar etc. de algumas pessoas produzem em outras.
 
Nos antigos dicionários portugueses era registrado apenas como desfalecimento, prostração, quebramento de corpo. 

Universalmente conhecido, o mau-olhado é o mal de ojo, na Espanha; mal-occhio, para os italianos; evil eye para os ingleses e mati, para os gregos. Na Grécia existe, inclusive, o famoso olho grego, um talismã contra a inveja e o mau-olhado, que funciona também como um símbolo da sorte e é um poderoso instrumento contra energias negativas. Normalmente é feito de vidro, na cor azul, sendo usado como pingentes em pulseira, colares e tatuagens.

No Brasil, o quebranto está sempre relacionado ao feitiço e  a influências maléficas, sendo considerado uma doença causada pelo mau-olhado, também conhecida como quebrante.

Sabe-se que as pessoas transmitem energias positivas e negativas. As que possuem irradiação positiva ou benéfica são as de bons olhos e as que, ao contrário, irradiam energias negativas ou maléficas, são as responsáveis por causarem maus-olhados ou quebrantos.

Em algumas locais é feita uma distinção: considera-se quebranto quando afeta o ser humano e mau-olhado quando afeta plantas e animais.

São diversos os sintomas de quem é vítima do quebranto: olhos lacrimejantes, moleza por todo o corpo, tristeza, bocejar constante, espirros repetidos, inapetência. No caso dos animais, ficam tristes, parados e encorujados. As plantas vítimas de mau-olhado murcham sem motivo e rapidamente, às vezes da noite para o dia ou vice-versa, dependendo de quando foram atingidas pelas irradiações maléficas.

Segundo a crença popular, nem sempre o quebranto vem de alguém invejoso. Aliás, o quebranto mais difícil de cortar provém de não invejosos. É preciso benzer e defumar com a palha de alho no brasido manso (brasa com um pouco de cinza por cima); nove dias seguidos é o prazo religioso das novenas. (ARAÚJO, 1979, p. 189).

Pessoas que transmitem mau-olhado podem causar uma série de efeitos nefastos como desandar tacho de açúcar, sabão, bolo ou açucarar um doce que está sendo mexido. 

Há alguns objetos que, ainda de acordo com a crença popular, agem como uma defesa contra quebranto, mau-olhado e feitiço, a exemplo das figas, pés de coelho, patuás, olhos gregos, pimentas vermelhas e ferraduras. 

Existe uma simpatia para evitá-los desde criança: passar o recém-nascido três vezes por baixo das pernas do pai. 

Para saber se uma criança está com quebranto, coloque a ponta da língua na sua testa e prove: se estiver salgada é sinal de quebranto. 

Para curar o quebranto ou o mau-olhado utilizam-se rezas, benzeduras e simpatias. No caso de animais, quando não é possível capturá-los, deve-se benzer seu rastro.

Para quem acredita ter sido vítima de quebranto ou mau-olhado, existem algumas rezas para afastar o efeito maléfico:

Coloque a mão direita sobre o coração do “doente” e pronuncie as seguintes palavras:

Jesus (fazer o sinal da Cruz)! O nome de Jesus me ajude (repetir o sinal da Cruz)! Onde eu puser a mão, ponha Deus a sua santa virtude!
Cristo vive, Cristo reina, Cristo te ilumine, Cristo te defenda de todo o mau ar. Se esta criatura tiver coisas ruins, às areias do rio irão parar, porque eu tiro-lhe pela cabeça. Santa Tereza, eu tiro-lhe pelo lado. Senhora Santa Ana, eu tiro-lhe pela frente. São Vicente, tiro-lhe por trás. São Brás, tiro-lhe pelo fundo. E Nosso Senhor, por todo o mundo. Rezar um Pai-Nosso e uma Ave-Maria. (REZAS, 19--? p. 19).

Rezar três vezes:
Com dois puseram
Com três eu tiro.
Com o nome do Pai,
Do Filho e do Espírito Santo,
Sai quebranto! (ORTENCIO, 1997, p. 229).

Com um raminho de qualquer mato e fazendo o sinal da cruz no peito da criança falar:

Jesus quando andou no mundo pra tudo ele rezou. Rezou para olhares de quebranto, que desta criança vão saindo, varridas com galho de oliveira. Amém.
Rezar em seguida um Credo, um Pai-Nosso, uma Ave-Maria, uma Salve-Rainha e acender um incenso para anular o mau-olhado. (REZAS, 19--? p. 15).

Recife, 30 de abril de 2013.

FONTES CONSULTADAS:

ARAÚJO, Alceu Maynard. Quebranto. In: ______. Medicina rústica. 3. ed. São Paulo: Comp. Ed. Nacional, 1979.  p. 189-190. (Brasiliana, 300).

CASCUDO, Luís da Câmara. Dicionário do folclore brasileiro. 11. ed. rev. e atual.  São Paulo: Global, 2002. 

OLHO Gordo, Mau Olhado e Quebranto, o que é e quais são os sintomas. Disponível em: <http://bomfeiticeiro.com/simpatias-feiticos-medalhas-cruzes-talismas-amuletos-de-protecao-magia-contra-feiticos/olho-gordo-mau-olhado-inveja-quebranto/>. Acesso em: 17 abr. 2013.

ORTENCIO, Bariani. Medicina popular do Centro-Oeste. 2. ed.  rev. e atual. Brasília, DF: Thesaurus, 1997.  

REZAS, benzeduras, simpatias: soluções para todos os seus males. São Paulo: Editora Três [19--?]. 314 p.  

COMO CITAR ESTE TEXTO:
Fonte: GASPAR, Lúcia. Quebranto e mau-olhado. Pesquisa Escolar Online, Fundação Joaquim Nabuco, Recife. Disponível em: <http://basilio.fundaj.gov.br/pesquisaescolar/>. Acesso em: dia mês ano. Ex: 6 ago. 2009.
 

Busca "Palavra-chave"

Busca "A a Z"


Copyright © 2019 Fundação Joaquim Nabuco. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido pela Fundação Joaquim Nabuco